ARTIGO: Aumento do diesel impacta em até 18% os custos do transporte de cargas

Os combustíveis estão caros e não param de subir. No início do mês a Petrobras anunciou mais um reajuste, nas refinarias, de 6,3% da gasolina e de 3,7% do óleo diesel. O oitavo reajuste desde janeiro deste ano, o que fez a gasolina encarecer 46,18% e o diesel 43,88% em 2021 para os distribuidores. Segundo o boletim técnico do Instituto Paulista do Transporte de Carga (IPTC) este último aumento sobre o preço do diesel na refinaria elevará os custos do transporte de cargas lotação em 12,57% na média geral, sacrificando mais as operações de longas distâncias (6000 km) em 18%. Já para as operações de carga fracionada o impacto médio é de 4,87%.

Diante dessa realidade, a regra é economizar combustível da forma que for possível. Obviamente que o caminhão é uma ferramenta de trabalho e não pode ficar parado, pois sua função é transportar produtos. Quanto mais transporte o caminhoneiro fizer, mais ele vai ganhar. Então, como gastar menos? Hovani Argeri, diretor geral de Operação da Via Trucks, concessionária DAF com unidades em Contagem (MG), Guarulhos (SP) e São Bernardo do Campo (SP), explica que para reduzir o consumo é preciso saber conduzir o veículo e também fazer a manutenção no tempo certo.

“Existe transportador que adia a manutenção para adiar os custos. Mas o que ocorre na prática é aumento do consumo e o transportador se coloca em risco de ter um problema e levar a um custo elevado por falta da manutenção preventiva, além de ficar sem o veículo que é um bem de produção parado. Outro fator é que hoje o motorista é um operador do veículo e deve operar dentro das normas de condução definidas pelo transportador e de acordo com as normas de condução econômica definidas pela montadora para o produto em especifico”, disse o executivo.

Embora seja uma revendedora de caminhões DAF, a Via Trucks é uma concessionária multimarcas e sua oficina está capacitada para fazer a manutenção de veículos de outras montadoras com o uso de peças devidamente homologadas. Veja abaixo algumas dicas da Via Trucks para economizar combustível nessa época de crise econômica.

  1. Evite o excesso de carga. Os veículos são fabricados para carregar uma determinada quantidade. Peso acima do indicado pelo fabricante vai exigir mais do motor, que consumirá mais combustível. Além disso, o excesso pode resultar em multas e prejudicar a dirigibilidade do veículo.
  2. Verifique sempre a calibragem dos pneus. Pneu murcho faz o caminhão gastar mais, fato já comprovado por inúmeros testes feitos por montadoras.
  3. A velocidade com que se dirige também contribui para o aumento do consumo de combustível. Estudos apontam que o nível de consumo aumenta em até 1% a cada quilômetro quando o caminhão ultrapassa a velocidade de 88 Km/h. Isso acontece por causa da resistência do ar que vai se tornando maior. Então, vale ficar de olho no velocímetro.
  4. Infelizmente, há postos que adulteram o combustível. Por esta razão, vale pesquisar e escolher aqueles mais confiáveis. Se a escolha for aleatória, dificilmente será possível identificar qual posto vendeu o combustível ruim. Mas se o motorista tem o hábito de abastecer nos mesmos lugares fica mais fácil descobrir o local que passou a adotar uma prática nociva ao bolso do motorista e ao motor do veículo.
  5. É sempre bom planejar a rota antes de partir para a entrega. Em muitos casos o caminho mais curto parece ser o melhor, mas nem sempre é assim. Ficar parado em congestionamento, trafegar em vias que exigem mudança constante de marchas ou que tenham muitos buracos, definitivamente, não ajuda a economizar. O caminho ideal é aquele com boa pavimentação e mais fluidez.
  6. Controle o uso do ar-condicionado. Ele consome muita energia elétrica, elevando o giro do motor e também o bombeamento de combustível para compensar o gasto de combustível.
  7. As distribuidoras mais conhecidas costumam ter um programa de fidelidade. Vale a pena se informar e participar desses programas, pois eles oferecem vantagens como descontos ou um sistema de acúmulo de pontos que possibilita a troca por produtos, prestação de serviços ou mesmo por um vale-combustível.
  8. Por fim, respeito o manual do fabricante fazendo a manutenção preventiva no tempo certo e usando apenas peças de qualidade, homologadas pelo fabricante.

Artigo de Via Trucks, concessionária da montadora DAF Caminhões

Deixe um comentário!

Conheça a nova série especial da Scania O Royal Eagle é um Scania 143 como você nunca viu T112MC – Scania desenvolveu modelo exclusivo para a Nova Zelândia Você lembra do seriado “As Aventuras de BJ” nos anos 1980? Caminhões chineses são equipados com cabine de modelo da década de 1970