Quais as drogas detectadas no exame toxicológico? Entenda como o exame é feito!

Você sabia que é obrigatório para motoristas com CNH (Carteira Nacional de Habilitação) nas categorias C, D ou E a realização do exame toxicológico? O teste é exigido pela lei federal n° 13.103, de 02 de março de 2015.

A regulamentação para realização dos exames encontra-se nas Resoluções CONTRAN n°. 691, de 27 de setembro de 2017 e  n° 713, de 30 de novembro de 2017.

A principal função do exame toxicológico é auxiliar na redução do número de acidentes em estradas e vias urbanas. O teste é responsável por identificar o consumo de substâncias lícitas e ilícitas, e pode ser feito de diferentes maneiras dependendo do tempo de detecção necessário para cada situação.

Além de ser solicitado para emitir e renovar a CNH nas categorias C, D ou E, também pode ser obrigatório para acompanhamento de tratamento de dependência, solicitação de escolas, concursos ou para entrar em uma empresa, por exemplo.

Para saber mais, acesse o link https://www.chromatox.com.br/

Como é feito o exame toxicológico?

Há três maneiras de coletar o exame toxicológico: através de pelos e cabelos, urina e sangue.

Exame de pelos e cabelos

Para realizar o exame, é coletado uma pequena amostra de cabelos ou pelos, pois, o teste é realizado a partir da queratina presente nestes materiais. Quando feito dessa forma, o exame pode detectar o uso de substâncias nos últimos 90 dias ou mais. O procedimento é indolor e não afeta a estética do paciente de nenhuma maneira.

Exame de urina

O exame toxicológico de urina detecta a presença de drogas em um período de até 7 dias, não sendo instantâneo como o de sangue e não detectado em larga escala como o de cabelo e pelos.

Exame de sangue

Esse tipo de exame tem como objetivo detectar substâncias que foram utilizadas há pouco tempo. Normalmente, é solicitado para identificar se houve consumo de álcool ou maconha nas últimas horas.

Quais os tipos de drogas detectadas no exame toxicológico?

As substâncias detectadas no exame, são:

  • anfetamina (conhecido como “rebite”);
  • cocaína e derivados (crack);
  • maconha e seus derivados;
  • ecstasy (conhecido como MDMA, MDA, MDE);
  • codeína;
  • metanfetaminas;
  • heroína;
  • morfina e mazindol.

Todas as substâncias citadas acima reprovam no exame toxicológico caso sejam detectadas e impedem o caminhoneiro de exercer suas funções.

Quando motoristas da categoria C devem fazer o exame toxicológico?

Segundo as determinações do novo Código de Trânsito Brasileiro (CTB), é necessário que condutores com menos de 70 anos realizem o exame a cada 2 anos e 6 meses a partir da data da obtenção ou renovação da CNH. Já os condutores com 70 anos ou mais deverão realizar o exame a cada 1 ano e 6 meses a partir da data da obtenção, ou renovação da CNH.

Portanto, atenção motorista! Esteja atento aos prazos de renovação da CNH e não deixe para realizar seu exame toxicológico de última hora.

Além de ser extremamente simples e rápido, lembre-se que principal função do exame é prevenir acidentes e fornecer segurança a todos, fazendo com que condutores não circulem nas estradas sob efeito de substâncias psicoativas que comprometem a segurança da viagem.

Para saber mais, acesse o link https://www.chromatox.com.br/

Rafael Brusque - Blog do Caminhoneiro

Nascido e criado na margem de uma importante rodovia paranaense, apaixonado por caminhões e por tudo movido a diesel.

3 thoughts on “Quais as drogas detectadas no exame toxicológico? Entenda como o exame é feito!

  • 13/11/2021 em 08:06
    Permalink

    Todos profissionais que operam máquinas deveriam fazer o exame, motoristas de qualquer categoria. estivadores, aquaviarios, ferroviários, aeroviários, médicos, juizes entre outros.

    Resposta
  • 12/11/2021 em 21:21
    Permalink

    Todos os motoristas, independente da categoria deveriam fazer o toxicológicos.Estamos falando de segurança e proteção à vida. Exemplo simples: motorista de táxi alguns tem CNH, B, e exerce serviço profissional.

    Resposta
  • 12/11/2021 em 13:34
    Permalink

    E porque os carros de passeio não fazem estes exames

    Resposta

Deixe um comentário!

Volvo FH 540 é o caminhão mais vendido do Brasil Conheça o NIKOLA TRE movido a hidrogênio Caminhões comemorativos viram febre entre transportadoras Centenas de vagas de emprego para caminhoneiros Conheça o super caminhão futurista da Peterbilt