Empresa australiana converte Freighliner Coronado em elétrico

por Blog do Caminhoneiro

Cada vez mais, o diesel vem sendo substituído pela eletricidade em caminhões pelo mundo inteiro. Além de projetos completamente novos, muitas empresas trabalham em retrofit, ou seja, a conversão de modelos a diesel em veículos elétricos.

Essa técnica é interessante porque reduz o tempo de desenvolvimento do projeto, e também os custos para aquisição, já que praticamente qualquer veículo pode receber a tecnologia de motores elétricos e baterias no lugar do motor diesel e dos tanques de combustível.

Recentemente, a empresa Janus Truck, da região de Nova Gales do Sul, na Austrália, anunciou a conversão de um caminhão Freightliner Coronado, que será usado com roadtrais, em testes com diversos clientes.

O caminhão perdeu seu motor diesel original e ganhou um kit de motor JCM350, fornecido pela Janus, além de um pack de baterias, que pode ser trocado em apenas três minutos. O motor oferece potência de 480 cavalos de forma contínua, garantindo que o caminhão possa operar com até 70 toneladas de peso bruto total.

O grande diferencial da Janus, como citado acima, é o pack de baterias. Instalado sobre o chassi, ele pode ser removido e trocado por baterias completamente carregadas, minimizando o tempo de espera do veículo para a recarga. A autonomia esperada é de 400 a 500 km, dependendo da carga e terreno

A empresa também está construindo uma estação de recarga, que fará a troca das baterias de forma mais ágil. Esse sistema é um tipo de elevador, onde as baterias são colocadas, e vão sendo recarregadas, e, quando um caminhão para sob o sistema, a bateria descarregada é removida e outra, com carga, é colocada no veículo, que poderá seguir viagem.

A empresa também destaca que o custo operacional do veículo cai em mais de 50% com o uso de eletricidade. Com diesel, uma viagem entre Brisbane e Sydney, na Austrália, custa cerca de US$ 800,00, contando também o Arla32. Com eletricidade, esse valor cai para pouco mais de US$ 300,00.

Outra novidade

A empresa também criou um caminhão Kenworth T403 convertido para elétrico onde colocou baterias na dianteira , que podem ser removidas e substituídas por baterias 100% carregadas, em apenas dois minutos.

A operação é tão rápida, que chega a ser mais eficiente que a de um abastecimento tradicional com diesel.

De acordo com a empresa Janus Electric, criadora do sistema, que já foi patenteado, a conversão de veículos tradicionais para elétricos, como realizado no modelo Kenworth, leva somente 7 dias, e praticamente todo tipo de caminhão poderá passar a operar com eletricidade. Isso reduz significativamente o custo para compra de veículos completamente novos.

O caminhão desenvolvido pela empresa teve a grade dianteira removida e o capô ficou mais alto e mais quadradão. No lugar da grade, duas portas, que permitem o acesso às baterias. A autonomia fica entre 500 a 600 km, e as baterias duram até 8 anos, com uso ininterrupto.

O caminhão ficou pronto em 2020, e já passou por diversos testes nas paisagens da Austrália. Com isso, o sistema é maduro o suficiente para vendas comerciais.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!