Mais um projeto de lei quer acabar com o uso de diesel comum no Brasil

por Blog do Caminhoneiro

O Deputado Federal Roberto de Lucena (PODE-SP) apresentou o Projeto de Lei 302/22 na Câmara dos Deputados, criando uma política de redução do uso do diesel comum no Brasil. Conhecido também como diesel S-500, esse combustível deverá ter sua comercialização reduzida em 10% ao ano, depois do segundo ano da conversão desse projeto em lei, até que o combustível seja totalmente eliminado.

Hoje, no Brasil, existem dois tipos de diesel, o S-500 ou diesel comum, que contem 500 partes de enxofre por milhão, e o diesel S-10, exigido para veículos produzidos a partir de 2012, que contém somente 10 partes de enxofre por milhão.

Para o autor do projeto, a justificativa principal para eliminação do diesel S500 do mercado é a poluição causada pela quantidade elevada de enxofre, o que afeta a saúde de milhares de pessoas, especialmente criança e idosos.

“O diesel S10 pode abastecer qualquer tipo de veículo pesado ou leve, sendo apenas um pouco mais caro do que o diesel comum. Entretanto, esta aparente vantagem econômica do S500 desmorona quando avaliamos seus impactos na saúde das pessoas e na natureza”, disse o Deputado, na justificativa do projeto.

O projeto estabelece ainda que a redução do uso de diesel S500 será compensada pelo aumento da oferta de diesel S10 combinada com o aumento paulatino da mistura de biodiesel.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro | Com informações da Agência Câmara de Notícias

2 comentários

Stenio 21/03/2022 - 17:11

Está de parabéns o parceiro pelo comentário, extremamente certo sobre tudo, os políticos deveriam estudar um pouco mais sobre o assunto antes de saírem querendo apresentar algum projeto.

Reply
Vinícius 20/03/2022 - 17:21

Mais um que não entende nada de caminhão! Não sabe que os motores até o padrão Euro 3 precisam ter a bomba injetora lubrificada por Diesel comum, o S500, mais oleoso que o S10. Se colocar S10 para passar por bombas injetoras mais antigas a peça queima por falta de lubrificação!
Brasil, país do atraso, se esses políticos acham que a poluição é um problema existe uma Startup nós Estados Unidos chamada Remora Carbon, ela fabrica dispositivos de captura de gases que saem dos escapamentos dos caminhões, deixando esses gases em estado líquido e os rejeitos são despejados nos postos de combustíveis para reaproveitamento por logística reversa. Não querem poluição? Que cortem de seus respectivos salários gordos e comprem esses dispositivos para colocar em cada caminhão, mas pedir isso para corrupto é o mesmo que pedir pra porco parar de fuçar.

Reply

Deixe um comentário!