Manobras perigosas em vias privadas poderão ficar isentas de multas

por Blog do Caminhoneiro

A Deputada Federal Alê Silva (Republicanos-MG) apresentou o Projeto de Lei 843/22, que pretende evitar multas para motoristas que realizarem manobras consideradas perigosas em vias privadas, aquelas que são fechadas para o tráfego público, ou em locais que sejam autorizados para essas apresentações.

O projeto quer alterar o Código de Trânsito Brasileiro, que passará a multar, em R$ R$ 2.934,70, com suspensão do direito de dirigir e apreensão do veículo, apenas os motoristas que realizarem manobras em vias públicas sem autorização das autoridades de trânsito.

“Vejo a necessidade dessa alteração porque, apesar da previsão de liberação da via para a prática de evento organizados, como, por exemplo, para a prática do ‘grau’, são raras as situações em que tais eventos são liberados haja vista que ainda pairam muito preconceitos e informações falsas relativas a essa prática”, disse a deputada, na justificativa do projeto.

O projeto está tramitando em caráter conclusivo, e ainda será analisado pelas comissões de Viação e Transportes e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!