Peterbilt trabalha em caminhão elétrico para concorrer com o Tesla Semi

Uma foto publicada nas redes sociais mostra um novo caminhão Peterbilt, com um design completamente diferente dos modelos atuais, trazendo uma cabine mais aerodinâmica e também um capô mais curto, com um entre-eixos bem menor que os usados nos modelo 579 da marca, por exemplo. Curiosamente, o modelo não traz nenhuma camuflagem ou cobertura, para ocultar o novo design, como acontece normalmente.

Tudo leva a crer que a montadora trabalha no desenvolvimento de um novo caminhão elétrico de longas distâncias, para concorrer com o Tesla Semi, que deve começar a ser produzido neste ano.

A Tesla utiliza um novo conceito de cabine, com uma frente mais inclinada, onde o motorista irá trabalhar em um posto de comando posicionado no centro do painel, permitindo que o caminhão seja vendido em qualquer país, sem a necessidade de alteração de projeto, por conta do lado da direção.

O mesmo tipo de cabine é desenvolvida pela Nikola, para os modelos One e Two, que também tem um design mais inclinado, sem o tradicional capô longo usado no mercado norte americano.

Atualmente, a Peterbilt já tem uma linha de caminhões elétricos, com os modelos 579ev, 520ev e 220ev, sendo um rodoviário para médias distâncias, um vocacional para coleta de lixo e um médio para entregas urbanas, respectivamente.

O novo caminhão, que ainda não tem nenhuma informação oficial divulgada pela montadora, foi publicado em um perfil do Facebook, recebendo mais de 5 mil comentários e cerca de 4.200 compartilhamentos.

Além da concorrência com a Tesla, a Peterbilt pode estar desenvolvendo o novo caminhão para o programa Super Truck, do Departamento de Energia dos Estados Unidos, que tem financiado esse tipo de iniciativa. Várias montadoras já trabalham em caminhões que reduzem o consumo em até 50%.

No ano passado, Cummins e Peterbilt apresentaram os resultados de testes que ocorrem desde 2016 com um Peterbilt 579 totalmente atualizado, com tecnologias ainda não disponíveis para modelos de produção, dentro desse programa do governo dos EUA. O modelo foi cerca de 22% mais eficiente, somando todos os quesitos, do que um modelo original.

Os detalhes do novo Peterbilt elétrico são, em especial, o capô bem mais curto, nova dianteira, com faróis mais modernos e nova grade, lateral da cabine bem mais lisa, teto curvo e para-brisa envolvente, com um design mais arredondado. Além disso, o novo caminhão traz hastes com câmeras no lugar dos tradicionais retrovisores, instaladas sobre o para-brisa. Um detalhe curioso é que o caminhão parece não ter porta ou degraus na lateral esquerda.

A Peterbilt ainda não publicou nada oficial sobre o caminhão, mas isso deverá ocorrer nos próximos meses, caso a marca esteja realmente trabalhando para colocar esse tipo de configuração no mercado nos próximos anos.

 

Deixe um comentário!

O Royal Eagle é um Scania 143 como você nunca viu T112MC – Scania desenvolveu modelo exclusivo para a Nova Zelândia Você lembra do seriado “As Aventuras de BJ” nos anos 1980? Caminhões chineses são equipados com cabine de modelo da década de 1970 Conheça o transporte Piggyback, muito usado nos Estados Unidos