Volkswagen amplia exportações graças a feiras internacionais

A Volkswagen está ampliando suas exportações com maior presença no exterior, participando ativamente de feiras e eventos. As próximas participações são na Expo Foro, o mais importante evento de ônibus no México, e também na Agroactiva, a maior feira agropecuária da Argentina. Os dois países estão entre os principais destinos das exportações dos caminhões e ônibus produzidos pela marca no Brasil.

Na Argentina, a Volkswagen vai expor caminhões Delivery e Constellation até os extrapesados Meteor, que começarão a ser vendidos até o fim deste ano naquele mercado. A montadora também vai colocar em destaque seu novo serviço Volks|Assistance, criado para prestar suporte 24 horas aos clientes no país, de acordo com sua necessidade.

Já no México, o foco será o portfólio completo para mobilidade de passageiros. Os visitantes vão conhecer desde o micro Volksbus 9.160 ao modelo 14.190, desenvolvido sob medida para o mercado mexicano e que estreia com suspensão pneumática, além dos Volksbus 15.190 e 17.230. Também vão conferir o Volksbus 17.280 movido a gás natural. Da marca MAN, a montadora traz para a feira dois exemplares: o RR2 do 19.480 4×2 e o RR4 do 26.480 6×2.

A Volkswagen vem ampliando cada vez mais sua presença em outros mercados, especialmente América Latina, África e Oriente Médio.

Graças à importantes parcerias com importadores, a VWCO pretende aumentar suas vendas nos mais de 30 países onde já atua, entre eles México e Argentina, além de entrar em novos mercados como Togo, Benim, Burkina Faso, Sudão e Sudão do Sul, na África.

A empresa também busca oportunidades no Oriente Médio, como por exemplo na Jordânia. No início de 2022, a marca já desembarcou em Filipinas, em sua primeira operação oficial na Ásia.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!

O Royal Eagle é um Scania 143 como você nunca viu T112MC – Scania desenvolveu modelo exclusivo para a Nova Zelândia Você lembra do seriado “As Aventuras de BJ” nos anos 1980? Caminhões chineses são equipados com cabine de modelo da década de 1970 Conheça o transporte Piggyback, muito usado nos Estados Unidos