Manifestações na última semana reduziram o movimento nas rodovias em 51%

A paralisação registrada em estradas de todas as regiões do país derrubou significativamente a movimentação das rodovias, segundo levantamento feito pela Veloe, marca especializada em soluções de mobilidade urbana e gestão de frotas, que comparou o número de transações de pagamento automático da sua base de clientes nas rodovias pedagiadas no período de 31/10 a 02/11.

Os dados mostram que a maior queda foi na quarta-feira, dia 02/11, com diminuição de 51,17% na movimentação em relação à semana anterior, 25/10 e 27/10.

O segundo dia com maior queda nacional foi 01 de novembro com 43,05% e no dia 31 de outubro, esse número foi de 19,99%. Com isso, a média nacional de queda nas movimentações foi de 35,31%.

Os dados feitos pela Veloe também apontaram 6 estados que tiveram maior declínio na movimentação nesse período, considerando a média do período de 31/10 a 02/11.

O estado do Espírito Santo é o que ocupa o primeiro lugar com queda de 30,19%, acompanhado do estado do Mato Grosso, com 18,40% e Santa Catarina, com 17,77% fechando o top 3. Logo em seguida vem os estados do Paraná com 15,60%, Mato Grosso do Sul, com 13,74% e Goiás, com 11,58%.

Deixe um comentário!

Caminhoneiro recém contratado depena caminhão nos EUA Eficiência dos motores diesel chega a um novo patamar Projeto quer acabar com valores de fretes muito baixos Montagem de caminhões no Brasil segue em alta Uso do celular aumenta entre motoristas