Emplacamento de caminhões cai 6% em novembro

As vendas de caminhões novos estão apresentado redução no penúltimo mês do ano. Dados divulgados pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), mostram que houve retração em todas as comparações com os períodos anteriores.

No mês de novembro foram vendidos 9.935 caminhões no Brasil, uma redução de 6,11% em relação ao mês de outubro, quando haviam sido emplacados 10.582. Na comparação com novembro de 2021, também houve redução, de 5,72%. No mesmo mês do ano passado, foram vendidas 10.538 unidades.

As vendas totais registradas entre janeiro e novembro também mostram uma leve queda, de 2,41% em relação ao mesmo período do ano passado.

Nesse ano, foram vendidos 112.523 caminhões novos, ante 115.307 do mesmo período de 2021.

Para o Presidente da Fenabrave, o segmento continua com boa demanda, mas ainda com problemas de abastecimento de peças e componentes.

“Além do bom resultado deste ano, as perspectivas, para os próximos meses, são boas. Com a mudança de tecnologia (Proconve P8) e o próprio ciclo de renovação da frota comercial, devemos ter manutenção da demanda. Ao participar da FENATRAN, feira do setor de transporte rodoviário de cargas e logística, realizada em SP, no início de novembro, soube que o volume de negócios gerados, no evento, foi superior às estimativas dos organizadores, que era de cerca de R$ 9 bilhões. Isso é uma prova da boa demanda por veículos de carga”, conclui Andreta Jr., Presidente da Fenabrave.

Montadoras

Entre as montadoras, o domínio segue com Volkswagen e Mercedes-Benz. As duas montadoras detém juntas 55,5% do mercado total de caminhões no Brasil. No último mês, a Mercedes-Benz emplacou 2.786 caminhões, e a Volkswagen 2.518. A Volvo foi a terceira que mais vendeu, com 1.994 caminhões vendidos.

No acumulado do ano, a Volkswagen fica na frente da Mercedes-Benz por pouco mais de mil unidades. De acordo com a Fenabrave, a VW registra 31.749 unidades vendidas, e a MB, 30.723.

Caminhões

Entre os caminhões, o destaque continua sendo o pesado Volvo FH 540. Em novembro, o caminhão teve 670 unidades registradas, totalizando 7.499 vendas no ano. Com isso, o modelo deve ultrapassar as 8 mil unidades emplacadas até o final de dezembro.

O DAF XF segue como segundo mais vendido, apesar de não haver diferenciação por versão, como acontece com outras montadoras. Todas as vendas do XF, independente da potência, tipo de chassi e etc. são compiladas em um único modelo pela Fenabrave.

Ao todo, o pesado holandês vendeu 5.530 unidades, com 459 vendas em novembro.

O terceiro mais vendido é o médio Delivery 11.180 da Volkswagen, com 5.136 unidades vendidas entre janeiro e novembro.

Veja a lista completa abaixo:

Rafael Brusque - Blog do Caminhoneiro

Nascido e criado na margem de uma importante rodovia paranaense, apaixonado por caminhões e por tudo movido a diesel.

Deixe um comentário!

Conheça o NIKOLA TRE movido a hidrogênio Caminhões comemorativos viram febre entre transportadoras Centenas de vagas de emprego para caminhoneiros Conheça o super caminhão futurista da Peterbilt 300 vagas para caminhoneiros brasileiros em Portugal