Coluna Mecânica Online – Eletrificação: as diferenças entre veículos elétricos, híbridos e outras motorizações eficientes




É cada vez maior a abordagem sobre veículos eletrificados e suas particularidades. Entender qual a melhor opção para o mercado é o desafio da indústria automotiva.

Qual a melhor opção de motorização para moldar um futuro mais sustentável? É preciso entender como os como os veículos serão impulsados, conduzidos e integrados à sociedade.

Entre as motorizações para moldar um futuro mais sustentável, encontramos tecnologias 100% elétricas, híbridas, combustão mais eficientes e até mesmo o primeiro propulsor de compressão variável de produção do mundo. A seguir, destacamos as principais diferenças entre elas considerando os veículos desenvolvidos pela Nissan.

Motores a gasolina mais eficientes

Quanto às motorizações a gasolina mais eficientes, temos o primeiro motor turbo de compressão variável de produção em massa no mundo.

Chamado de Nissan VC-Turbo. Ele foi lançado globalmente este ano e trabalha ajustando continuamente a taxa de compressão para otimizar a potência e a eficiência do combustível.

O propulsor passou mais de 20 anos em desenvolvimento e representa um grande progresso no design de motores de combustão. Ele utiliza dois ciclos de combustão, nos quais a sincronização eletrônica da válvula variável permite que o motor se alterne entre o ciclo Atkinson e os ciclos de combustão normais.

Isso diminui a emissão de CO2 e oferece um motor com menos ruído e vibrações. Ele também possui um sistema que usa a injeção multiponto como injeção direta, o que aumenta a eficiência e o rendimento do combustível. O motor alterna entre ambos durante as velocidades normais do motor. Os dois conjuntos de injetores são capazes de funcionar simultaneamente sob cargas mais altas.

Motores 100% elétricos

Composto por um motor 100% elétrico, um sistema de baterias e um inversor, o e-Powertrain impulsa os veículos elétricos da marca. Trata-se de um sistema leve e compacto em comparação aos motores de combustão interna, produzindo vibrações muito baixas e torque instantâneo.

O e-Powertrain não emite CO2, consome menos energia que um motor de combustão e não requer complementos nem peças móveis, que se desgastam com o calor e o atrito (partes do sistema de refrigeração ou de ignição, óleos, válvulas, pistões, entre outros).

LEIA MAIS  Cummins Brasil amplia qualidade de testes de motores da rede

O Nissan LEAF é líder global de vendas, com mais de 320.000 unidades comercializadas mundialmente desde seu lançamento, em 2010. Já a van elétrica e-NV200 tem mais de 18.000 unidades vendidas no mundo e, recentemente, a marca anunciou o começo das vendas de sua nova geração, que traz maior autonomia.

Motores híbridos

Os veículos híbridos possuem dois motores: um elétrico e outro a gasolina. Quando o veículo é ligado, ele automaticamente entra no modo elétrico, economizando combustível.

Dependendo de fatores como o nível de carga da bateria, as condições do caminho ou o estilo de condução do motorista, o motor elétrico é o responsável por impulsar o veículo até atingir aproximadamente 60 quilômetros por hora. A partir desse ponto, o motor de combustão entra em funcionamento para complementar ou substituir o motor elétrico.

Dentre as vantagens deste motor estão o maior rendimento do combustível, menos emissões de CO2, bem como maior eficiência e potência. Atualmente, o motor híbrido da Nissan está sendo usado no X-Trail Hybrid, que gera até 28,8% menos emissões que sua versão com motor a gasolina.

Motores e-POWER

Desenvolvimento exclusivo da Nissan lançado em 2016, o e-POWER é composto por dois motores: um elétrico e um pequeno motor a combustão interna. Este tem a função de gerar energia para alimentar o motor elétrico quando a carga se acaba. Isso elimina a necessidade de um carregador externo (plug in).

As vantagens são traduzidas em menos emissões de CO2 se comparado aos motores a gasolina, um motor com menos ruídos e vibrações (o motor a combustão trabalha em uma rotação única e constante), e um sistema inovador que diminui a dependência do motor elétrico das estações de carga.

LEIA MAIS  Cummins Brasil amplia qualidade de testes de motores da rede

Além disso, o modo de condução do e-POWER também incorpora o sistema e-Pedal, que permite que o condutor ligue, acelere, desacelere e pare o veículo com um único pedal.

Hoje em dia o e-POWER é comercializado com sucesso no Japão no compacto Nissan Note. O Note e-POWER possui eficiência de combustível 30% maior que a dos veículos convencionais impulsados por motores a gasolina com características semelhantes. Além disso, a companhia anunciou que em breve a popular minivan Nissan Serena também incorporará o sistema e-POWER.

“As nossas opções variadas de motorização buscam atender às necessidades dos clientes, e todas estão focadas em nossa visão de marca, com a qual queremos proporcionar mais autonomia, mais eletrificação e mais conectividade para mover as pessoas para um mundo melhor”, afirmou Redmer Van Der Meer, vice-presidente da área de planejamento da Nissan América Latina.

Fonte de energia e aplicação
Motores a gasolina mais eficientesModelos 100% elétricos (e-Powertrain)Motores híbridosMotores e-POWER
Nova geração do Altima com o VC-TurboLEAF e a van comercial e-NV200X-Trail HybridNote e-POWER

Tarcisio Dias é profissional e técnico em Mecânica, além de Engenheiro Mecânico com habilitação em Mecatrônica e Radialista, desenvolve o site Mecânica Online® (www.mecanicaonline.com.br) que apresenta o único centro de treinamento online sobre mecânica na internet (www.cursosmecanicaonline.com.br), uma oportunidade para entender como as novas tecnologias são úteis para os automóveis cada vez mais eficientes.




Deixe sua opinião sobre o assunto!