Caminhões Scania voltam à América do Norte depois de 27 anos




Entre 1985 e 1992, a Scania vendeu mais de 700 caminhões das Séries 2 e 3 nos Estados Unidos e Canadá. Em 1992 a montadora se retirou oficialmente do país, parando de vender caminhões, mas continuou fornecendo peças para os veículos vendidos e também continua vendendo motores marítimos e industriais (para geradores e bombas).

Agora, em parceria com a Navistar, a Scania deve começar a testar caminhões off-road em empresas de mineração do Canadá. De acordo com comunicado de imprensa publicado pela Scania, um número pequeno e limitado de caminhões para operações nas minas será enviado ao Canadá até o final de 2020.

A Scania é uma montadora referência mundial no fornecimento de caminhões e outras soluções para o setor de mineração, e vai entrar no Canadá com auxílio da rede de concessionárias da Navistar, usado a capacidade da empresa em pós-vendas e serviços.

Os caminhões pesados de mineração da Scania estão em diversos países do mundo, com mais de 10 mil unidades vendidas para todas as regiões do globo.

“Nossos caminhões e serviços, juntamente com a bem estabelecida rede de vendas e serviços de caminhões da Navistar, também têm o potencial de tornar nossa cooperação uma vantagem para os operadores de mineração canadenses”, diz Alexander Vlaskamp, ​​vice-presidente sênior e chefe de caminhões da Scania.

“A demanda do mercado de mineração está mudando”, disse Persio Lisboa, vice-presidente executivo e diretor de operações da Navistar. “As empresas estão explorando soluções mais sustentáveis ​​que melhoram a flexibilidade do local de trabalho, aumentam o tempo de atividade e reduzem os custos operacionais totais. Trabalhar com a Scania como parceiro nos ajudará a alcançar rapidamente escala ao abordar esse segmento de mercado exclusivo com soluções abrangentes e poderosas”.

Para a formalização das vendas da Scania no Canadá, a parceria com a Navistar precisará ser aprovada por agências reguladoras canadenses.

Navistar e Scania fazem parte do Grupo Traton SE.





Um comentário em “Caminhões Scania voltam à América do Norte depois de 27 anos

  • 29/10/2019 em 19:20
    Permalink

    Se o caminhão não for bicudo, pode ESQUECER a América do Norte de novo, dona Scania!
    Canadenses e americanos querem ROBUSTEZ, PRATICIDADE e SEGURANÇA da cabine até o final do chassis!

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!