Iveco lidera venda de chassi-cabine com o modelo Daily

por Blog do Caminhoneiro

O Iveco Daily é um sucesso de vendas desde o seu lançamento, e neste ano, a versão chassi-cabine é líder de mercado no segmento, com 36% de market share. No segmento de leves, a montadora cresceu 20%, enquanto o mercado como um todo subiu 11%. Considerando-se apenas o segmento de 3,5 toneladas, o crescimento da Iveco foi de 6%, ante 3% do mercado.

“A linha Daily atravessa um período extremamente positivo em vendas, beneficiada pelo crescimento da distribuição urbana e do e-commerce. A versão campeã de vendas foi a 35-150 chassi cabine do Novo Iveco Daily, que chegou ao mercado no início de 2020 alinhada com o design europeu da marca, proporcionando tecnologia e segurança de ponta como itens de série, conforto de automóvel, robustez de caminhão e baixo custo operacional. A Daily continua sendo o principal competidor na categoria em que atua”, diz Bernardo Pereira, diretor de Marketing da Iveco para a América do Sul.

O líder da Iveco na América do Sul, Márcio Querichelli, destaca que a montadora atravessa um novo momento no Brasil, fruto de muito trabalho estratégico, com foco total no cliente e fortes investimentos em produtos e serviços.

“Estamos otimistas com 2021 e, em breve, apresentaremos novidades para o setor de transporte de cargas no Brasil”, disse o executivo.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

Artigos relacionados

1 comentário

Luiz C. I. Silva 03/05/2021 - 07:10

Infelizmente não é bem isto que está acontecendo….
Já tinha uma Daily 18/19 um carro bom e tive assistência foi boa pois tive um problema no câmbio e trocaram o câmbio.
Devido a isso comprei outra em junho de 2.020.
Nova Daily 36-150.
E esse veiculo já vem com um problema sistêmico o mesmo que acontecia com a Amarok.
Bomba se desfaz e solta limalha contaminado tô sistema.
E como trabalho com o carro no uso rodoviário fazendo viagens norte e nordeste tem poucas concessionárias e acabei não fazendo revisões na concessionária.
Como não fiz as 2 últimas revisões na Concessionária perdi a garantia e o custo para arrumar o carro já passa dos R$ 30.000,00.
Meu irmão comprou uma do mesmo ano e modelo e já começa apresentar sinais.
Não indico a ninguém comprar esse novo modelo.
Luiz SP.

Reply

Deixe um comentário sobre o tema!

%d blogueiros gostam disto: