Vodka Absolut agora vai de Scania híbrido-elétrico

por Blog do Caminhoneiro

600 mil garrafas da Vodka Absolut são produzidas diariamente na Suécia, e enviadas para clientes de todo o mundo. A partir de agora, esse transporte será feito por caminhões híbridos-elétricos Scania P 320, reduzindo consideravelmente as emissões de poluentes e o nível de ruído dos veículos.

A fábrica da Absolut fica em Åhus, no sul da Suécia, que tem apenas 10.000 habitantes. O transporte das cargas da fábrica da vodka precisa ser realizado por dentro da cidade, principalmente entre o porto próximo e a fábrica.

Todo o transporte é realizado pela empresa Åhus Åkeri, que já usava caminhões a biodiesel para reduzir as emissões de poluentes. Como as metas da Absolut são para a redução total da emissão de CO2 até 2030, o uso de caminhões equipados com motor diesel e motor elétrico foi fundamental nessa transição.

“Temos uma conexão muito forte com Åhus. Como um grande empregador em uma cidade relativamente pequena, temos uma grande responsabilidade e somos parte natural da comunidade local. Essa mudança, que significa menos emissões de gases de escapamento e menos ruído, não é apenas uma forma de cumprirmos metas de alta sustentabilidade; é também uma forma de retribuir à cidade”, disse a empresa.

O investimento em transporte inclui três novos caminhões híbrido-elétricos P 320 da Scania, o mais recente modelo híbrido-elétrico da Scania. O P 320 é movido por uma combinação de combustível renovável e eletricidade, reduzindo as emissões em mais de 90% em comparação com os veículos movidos a diesel.

Åhus Åkeri já testou um dos caminhões elétricos híbridos nos últimos três anos e também descobriu que o modelo é muito menos barulhento do que os caminhões a diesel. Para o povo de Åhus, o nível de ruído dos caminhões foi reduzido de 81 decibéis no modelo anterior para 65 decibéis nos híbridos.

“Nossos caminhões híbridos permitem dirigir sem altos níveis de ruído e com menos emissões de gases de escapamento, no meio dos centros das cidades onde as pessoas vivem e trabalham. Eles também convertem a energia gerada durante a frenagem, o que reduz o consumo de combustível em cerca de 25%. Isso é bom para o meio ambiente e para a economia de combustível do transportador, mas talvez acima de tudo seja bom para Åhus, que agora é um lugar ainda melhor”, disse Jessica Björkquist, gerente sênior de produtos para soluções sustentáveis ​​da Scania Suécia.

Para a Åhus Åkeri, o investimento é uma continuação natural do relacionamento próximo e de longo prazo que construiu com a Absolut.

“Nossa cooperação com a The Absolut Company é, na verdade, mais do que apenas uma relação comercial. Aprendemos uns com os outros todos os dias e ajudamos uns aos outros a melhorar o tempo todo. Os rígidos requisitos para transporte sustentável significam que já reduzimos nossas emissões de dióxido de carbono em 90%. Agora também estamos reduzindo nosso consumo de combustível e tornando-o muito menos barulhento para as pessoas de Åhus e nossos motoristas”, disse Andreas Jönsson, CEO da Åhus Åkeri.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!