Pesquisa mostra que uso do celular ao volante é uma das principais causas de morte de caminhoneiros na Alemanha

por Blog do Caminhoneiro

Se um motorista deixa de olhar para a estrada por “apenas” quatro segundos, rodando com seu caminhão a 90 km/h, terá percorrido 100 metros sem ver o que acontece na frente do veículo. Esse tipo de conduta tem sido extremamente frequente nos último anos, graças ao celular. Pequenas distrações ao longo da viagem para ver ou responder mensagens fazem os motoristas perderem complemente a atenção da estrada por vários segundos.

Por causa desse problema, foi produzido um estudo na Alemanha, apontando as causas de mortes de caminhoneiros em acidentes. Entre janeiro e julho, 51 motoristas perderam a vida em colisões traseiras, sendo a maioria causada pela distração ao celular.

Durante todo o ano de 2020, 48 motoristas perderam a vida devido ao uso do celular ao volante. Para representantes do transporte da Europa, os números deste ano são extremamente preocupantes.

A maioria dos acidentes tem acontecido quando o motorista não nota veículos em velocidade menor que a do veículo que ele conduz ou quando existem congestionamentos nas estradas.

Outras causas apontadas para acidentes desse tipo, mesmo que em menor porcentagem do total são pequenos cochilos ao volante, devido às longas jornadas e falta de noites de sono bem dormidas.

Outra questão que influencia nesse tipo de acidente é o fato dos motoristas não saberem usar os sistemas de assistência, como a frenagem de emergência, presente em quase todos os modelos de caminhões pesados para longas distâncias nos últimos anos. A pesquisa foi elaborada pela Hellwach mit 80 km/h, que pode ser traduzida como Totalmente atendo aos 80 km/h.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!