Vendas de caminhões novos sobem quase 40% em outubro

por Blog do Caminhoneiro

O mês de outubro registrou a venda de 11.087 caminhões novos no Brasil, 39,2% a mais que as 7.965 unidades emplacadas em outubro do ano passado. As vendas no acumulado do ano também seguem em forte recuperação, totalizando 104.826 unidades nos dez meses de 2021, ante 70.515 do mesmo período do ano passado. A alta é de 48,66%.

No comparativo com setembro, quando foram emplacados 11.565 caminhões, houve uma leve queda, de 4,13%. Além da crise global de abastecimento de componentes para a produção industrial, as vendas foram impactadas por outubro ter somente 20 dias úteis, menos do que os 21 de setembro.

VENDAS OUTUBRO 2021
Segmentos Out (A) Set (B) Acumulado (C) Out 2020 (D) Acumulado 2020 (E)
C) Caminhões 11.087 11.565 104.826 7.965 70.515
D) Ônibus 1.199 1.163 14.858 1.842 14.924
C + D 12.286 12.728 119.684 9.807 85.439

Para o presidente da FENABRAVE, a queda registrada em outubro, no comparativo mensal, está relacionada diretamente ao número de dias úteis. Ele destaca ainda que não existe queda na demanda.

“Os emplacamentos de todos os segmentos automotivos vêm oscilando, de acordo com o fluxo de produção. A demanda se mantêm alta, por parte do consumidor, mas há segmentos em que a espera por um veículo pode levar meses, em função dos baixos estoques das Concessionárias, que não estão conseguindo ter todos os pedidos atendidos pelas fábricas, devido à falta de insumos e componentes. Esperamos pela normalização da produção, mas acreditamos que isso só ocorra em meados de 2022, na melhor das hipóteses”, esclarece Alarico Assumpção Júnior, Presidente da FENABRAVE – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores.

“O mercado de caminhões se mantém positivo e os emplacamentos vão seguindo a capacidade de entregada das montadoras. Alguns modelos, como os extrapesados, já estão com previsão de entrega para o fim do primeiro semestre de 2022. Na média, as entregas são agendadas para um prazo de 90 a 120 dias”, destacou Alarico.

Montadoras

Liderando as vendas mensais nos quatro últimos meses, a Volkswagen/MAN encostou na Mercedes-Benz, que ainda lidera as vendas no acumulado do ano. Em outubro, a VW/MAN emplacou 3.214 caminhões e a Mercedes-Benz, 3.103.

No acumulado do ano, MB lidera com 31.234 caminhões novos vendidos, com a Volkswagen apenas 521 atrás. São 30.713 caminhões VW/MAN registrados neste ano. A lista segue com Volvo, Scania, Iveco e DAF entre as mais vendidas. Veja mais detalhes na tabela abaixo.

VENDAS POR MONTADORA
POSIÇÃO MARCA OUTUBRO DE 2021 ACUMULADO
M.BENZ 3.103 31.234
VW/MAN 3.214 30.713
VOLVO 2.225 17.868
SCANIA 1.139 12.901
IVECO 812 6.798
DAF 497 4.540
HYUNDAI 29 376
JAC 35 150
FORD 12 109
10º FOTON 11 45
11º AGRALE 2 28
12º JBC 13
13º PETERBILT 10
14º INTERNATIONAL 4
15º BYD 2
16º JMC 2
17º GM 1
18º SINOTRUK 1
19º SPARTAN 1

Caminhões

Entre os caminhões mais vendidos, a liderança é do modelo Volvo FH 540, que segue na frente do segundo colocado por mais de 1.500 unidades. O pesado emplacou 7.271 unidades neste ano, com 921 registradas somente em outubro.

O Scania R 450 é o segundo colocado, com 5.648 emplacamentos até outubro. Porém, o modelo mais vendido da Scania teve somente 361 unidades emplacadas em outubro, bem abaixo das 603 registradas em setembro.

MODELOS MAIS VENDIDOS
POSIÇÃO MODELO SETEMBRO OUTUBRO ACUMULADO
VOLVO/FH 540 721 921 7.271
SCANIA/R450 603 361 5.648
VW/MAN/11.180 571 550 4.998
DAF/XF 430 464 4.422
VOLVO/FH 460 448 508 3.646
VW/MAN/24.280 417 346 3.533
VW/MAN/9.170 367 287 3.165
M.BENZ/ACTROS 2651 257 304 3.096
M.BENZ/ACCELO 1016 303 333 2.990
10º SCANIA/R540 359 297 2.810
11º VOLVO/VM 270 345 329 2.518
12º M.BENZ/SPRINTER 416 225 199 2.402
13º M.BENZ/ATEGO 2426 266 218 2.337
14º M.BENZ/ACCELO 815 266 234 2.146
15º M.BENZ/AXOR 2544 197 195 2.014
16º M.BENZ/ATEGO 1719 225 219 1.866
17º VW/MAN/24.260 226 180 1.779
18º VW/MAN/17.190 221 266 1.652
19º SCANIA/R500 183 157 1.571
20º M.BENZ/ACTROS 2548 157 161 1.502
21º VW/MAN/29.520 190 152 1.493
22º VOLVO/VM 330 172 167 1.410
23º VW/MAN/26.280 133 129 1.350
24º M.BENZ/ATEGO 3030 120 123 1.294
25º VW/MAN/31.280 113 143 1.280

Sub Segmentos

Entre os sub segmentos dos caminhões, os modelos pesados são os mais vendidos, respondendo por mais da metade das vendas do ano, 51,14%. Semi-pesados registram 26,26% das vendas, leves 9,34%, médios 8,68% e semi-leves 4,58%.

SUB-SEGMENTOS
Sub Segmento OUTUBRO SETEMBRO ACUMULADO 2021 ACUMULADO 2020
CA – PESADO 50,62% 49,34% 51,14% 48,97%
CA – SEMI-PESADO 27,33% 27,46% 26,26% 26,64%
CA – LEVE 9,28% 9,94% 9,34% 10,04%
CA – MÉDIO 8,85% 8,93% 8,68% 9,20%
CA – SEMI-LEVE 3,92% 4,33% 4,58% 5,16%

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!