Vendas de caminhões novos fecham 2021 em quase 130 mil unidades, 42% a mais que em 2020

por Blog do Caminhoneiro

As vendas de caminhões bateram números excelentes em 2021, na comparação com os números registrados em 2020. De acordo com a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), foram negociados 11.986 caminhões novos em dezembro, encerrando o ano com um total de 127.357 unidades emplacadas.

O número é 42,82% maior que o registrado no ano de 2020, quando foram emplacados 89.173 caminhões novos, devido à queda acentuada causada pela pandemia. As vendas registradas em dezembro, de 11.986 unidades, também são 13,51% superiores às registradas em novembro do ano passado, quando foram vendidos 10.559, e 24,36% maiores que as 9.638 unidades emplacadas em dezembro de 2020, quando o mercado já apresentava bons sinais de recuperação.

Durante todo o ano, o setor de caminhões foi o que registrou a maior alta de emplacamentos. A tendência deve continuar nos próximos meses, de acordo com a Fenabrave.

“O volume de transações estabilizou em um patamar alto. Além disso, há muitas unidades já comercializadas, no ano passado, que ainda devem ser entregues nos próximos meses”, disse José Maurício Andreta Júnior, Presidente da FENABRAVE, recém-eleito para o triênio 2022-2024.

A Fenabrave também projeta que as vendas de caminhões neste ano devam crescer 7,3% até dezembro, o que se traduz em 136.600 caminhões novos.

“Nossos estudos apontam para o crescimento de todos os segmentos automotivos neste ano. Mas, é claro que situações conjunturais podem afetar essas estimativas, considerando que a indústria ainda sofre com a falta de insumos e componentes eletrônicos, que estamos diante de uma economia ainda turbulenta e iniciando um ano em que teremos Eleições, que costumam criar um cenário de incertezas”, diz Andreta Jr.

Marcas

Entre as montadoras, a Volkswagen/MAN assumiu a liderança nas vendas de caminhões em 2021, superando a Mercedes-Benz, que liderava por vários anos. A VW/MAN registrou 37.460 caminhões vendidos durante todo o ano de 2021, enquanto a Mercedes-Benz registrou 37.158 caminhões vendidos. Com esses números, as duas marcas registram 29% de participação no mercado cada uma. Ou seja, a cada 3 caminhões vendidos, praticamente um é Volkswagen e outro é Mercedes-Benz, com todas as outras marcas disputando a unidade restante.

Volvo foi a terceira colocada, com 17,13% das vendas e 21.820 unidades registradas, e a Scania vendeu 15.595 caminhões, ficando com 12.25%. Iveco foi a quinta colocada, com 8.623 unidades e 6,77% do mercado, DAF a sexta, com 5.600 unidades e 4,40% de market share. As outras marcas podem ser vistas na tabela abaixo.

RANKING POR MONTADORA
POSIÇÃO MARCA DEZEMBRO/21 ACUMULADO PARTICIPAÇÃO 2021
VW/MAN 3.469 37.460 29,41%
M.BENZ 3.017 37.158 29,18%
VOLVO 2.133 21.820 17,13%
SCANIA 1.675 15.595 12,25%
IVECO 985 8.623 6,77%
DAF 554 5.600 4,40%
HYUNDAI 62 489 0,38%
JAC 51 281 0,22%
OUTRAS MARCAS 40 331 0,26%

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!