Marcopolo aumenta capacidade para produzir ônibus a hidrogênio na Austrália

A Volgren, empresa pertencente à fabricante brasileira Marcopolo e maior produtor de ônibus da Austrália, assinou acordo com a Wrightbus, fabricante irlandesa de ônibus, e líder de mercado com tecnologia em Hidrogênio na Europa e Reino Unido, para desenvolver e lançar no mercado australiano ônibus movidos a célula de combustível de Hidrogênio.

Para a Marcopolo, essa parceria demonstra a presença e liderança da Marcopolo no cenário internacional na adoção das mais avançadas tecnologias.

“Em todos os mercados nos quais temos operação desenvolvemos soluções focadas na mobilidade sustentável, redução de emissões e preservação ambiental”, comenta André Armaganijan, diretor de Negócios Internacionais, de Operações Comerciais e Mercado Externo da Marcopolo.

Com o investimento de ambas as empresas, o mercado australianos passará a contar com chassis de ônibus equipados com tecnologias de células de combustível de hidrogênio.

“Acreditamos que o Hidrogênio tem um lugar importante na Austrália e a Wrightbus é um dos mais importantes players globais em ônibus a Hidrogênio. Estamos confiantes de que a parceria ajudará a acelerar a implantação de ônibus a Hidrogênio na Austrália”, destacou Thiago Deiro, CEO da Volgren.

“Como nós, a Volgren está sempre na vanguarda das novas tecnologias para impulsionar a indústria. Existem alguns paralelos fantásticos entre as duas empresas e estamos ansiosos para uma relação de trabalho longa e bem-sucedida”, enfatiza o CEO da Wrightbus, Buta Atwal.

Os primeiros veículos produzidos por meio da parceria ficarão prontos no início de 2023.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!

Conheça a nova série especial da Scania O Royal Eagle é um Scania 143 como você nunca viu T112MC – Scania desenvolveu modelo exclusivo para a Nova Zelândia Você lembra do seriado “As Aventuras de BJ” nos anos 1980? Caminhões chineses são equipados com cabine de modelo da década de 1970