Projeto de lei quer que todas as serras do país tenham Áreas de Escape

Sem dúvida nenhuma, a construção de Áreas de Escape em locais com grandes declives salva inúmeras vidas. Nos trechos administrados pela Arteris, por exemplo, todas as semanas são registradas entradas nesses dispositivos, por problemas nos caminhões ou mesmo falta de perícia dos condutores.

Apesar de serem tão eficientes, a grande maioria das Áreas de Escape no Brasil são construídas em rodovias concedidas à iniciativa privada, aquelas que têm pedágios.

Mas um projeto na Câmara dos Deputados quer mudar essa realidade. O Projeto de Lei 1.329/2022, de autoria do José Nelto (PP/GO), foi apresentado em maio, e está na Comissão de Viação e Transportes (CVT) da Câmara, aguardando parecer do relator para seguir adiante.

De acordo com o texto, as Rampas de Escape, como chamadas pelo deputado, deverão ser implementadas em declives, dando ao condutor de veículos pesados como caminhões e ônibus a alternativa de tirar do fluxo de tráfego e gerar uma desaceleração gravitacional segura.

O texto do projeto também diz que deverão ser feitos estudos sobre o volume de tráfego, volume de caminhões, alinhamento horizontal, velocidade, histórico do trecho em termos de acidentes e o grau de desenvolvimento das áreas laterais na região mais baixa do trecho.

Além da construção das áreas de escape, o projeto prevê a instalação de sinalização adequada para avisar os motoristas sobre a presença dos dispositivos.

“Um estudo compreendendo 497 acidentes graves com caminhões em rodovias norte-americanas revelou que 16 % dos mesmos resultaram em perda de controle em descidas fortes. Todavia, a causa instantânea possa ser justificada pelo aquecimento dos freios, a falha mecânica ou erro do motorista, ramos de emergência para saída são, algumas vezes, a única medida prática a tomar”, destacou o deputado na justificativa do projeto.

Ele também ressalta que as áreas de escape são uma medida simples e eficaz para a redução do número de acidentes graves que acontecem em rodovias.

“Um refúgio ou uma válvula de escape aos motoristas, principalmente de veículos longos ou com cargas de alto peso, que por muitas vezes não conseguem parar, caso haja algum defeito”, completa.

O texto ainda precisa ser analisado comissões de Viação e Transportes, e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

1 comentário

Dias 27/07/2022 - 15:25

Parece que os caras que fazem leis no Brasil começaram a acordar. Outra coisa que tem que ser feita urgente no Brasil é duplicar todas as Rodovias. E termina todas as que estão paradas no meio do caminho. Como Ex : A transamazônica que nunca termina

Reply

Deixe um comentário!

Caminhoneiros estão cada vez mais procurados pelas transportadoras Caminhoneiro recém contratado depena caminhão nos EUA Eficiência dos motores diesel chega a um novo patamar Projeto quer acabar com valores de fretes muito baixos Montagem de caminhões no Brasil segue em alta