Motorista que dirigia por 26 horas ininterruptas é detido pela PRF em Castanhal

Na tarde do último domingo (28), no município de Castanhal-PA, um caminhoneiro foi detido pelo porte de 18 comprimidos de anfetaminas.

Durante comando de fiscalização, a equipe PRF abordou o veículo VW 24.280 CRM 6X2 de cor branca, no km 53.0 da BR 316. O caminhão estava trafegando de Santa Maria da Boa Vista-PE para a cidade de Belém-PA. O condutor informou não haver nenhum tipo de droga no interior do seu veículo, nem em seu poder, no entanto, na cabine foram encontrados cinco fragmentos de cartelas que somados continham 18 (dezoito) comprimidos da droga de nome comercial NOBÉSIO EXTRA FORTE.

O motorista informou ter comprado os comprimidos em um posto de combustível localizado em um município de Sergipe e que havia ingerido duas unidades da droga por volta das 08h00 da manhã.

Ao verificar o disco diagrama do tacógrafo, constatou-se que o condutor não obedeceu à chamada “Lei do descanso do motorista profissional”, contida no artigo 67-C do CTB (Código de trânsito Brasileiro), dirigindo por cerca de 26 horas ininterruptas.

Foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência pelo flagrante de porte de substância proibida, o que equivale ao porte de outras drogas para consumo como: maconha, cocaína, crack e etc, recebendo inclusive o mesmo enquadramento legal na lei de drogas (Lei 11.343/06). O condutor foi detido pela PRF e liberado após a assinatura de TCO.




5 comentários em “Motorista que dirigia por 26 horas ininterruptas é detido pela PRF em Castanhal

  • 02/05/2019 em 17:37
    Permalink

    Valter antes de sair por aí falando asneiras se informe sobre as coisas

  • 01/05/2019 em 09:17
    Permalink

    Eu na minha opinião a PRF deveria apreender a CNH dele pelo menos uns seis meses para ele aprender a não tomar drogas para dirigir pondo em risco a vida dele e os demais que estão nas estradas trabalhando ou passeando ok.

  • 01/05/2019 em 07:53
    Permalink

    Parabenizo a PRF, mas ressalvo que a mesma deveria também atuar com o mesmo rigor para o cumprimento da tabela de frete, já que como autonomos somos coagidos a aceitar os absurdos pagos pelo serviço prestado. Quem tiver dívidas, está convidado a passar alguns dias comigo em uma viagem.

    • 01/05/2019 em 19:27
      Permalink

      Tabela de frete não ´funçaõ da PRF

      • 03/05/2019 em 17:31
        Permalink

        Sendo visto como um ser de 2 linha explorado no tempo e na distancia em sima de um banco para viver e para perder está é a corrida dos ratos se sonhar perde se trabalhar de mais perde a família já perdeu só lhe resta a coragem de um caminhoneiro que sou também!

Fechado para comentários.