Scania já negociou mais de 8 mil unidades da nova geração

A Scania anunciou na última semana que já negociou mais de oito mil unidades da nova geração. As vendas da NTG começaram em outubro de 2018, e as entregas em fevereiro deste ano.

Ao todo, a montadora já produziu e entregou 4.638 unidades em 2019. A alta é de 47,8% em relação aos cinco primeiros meses do ano passado. Em 2018, entre janeiro e maio, foram vendidos pela Scania 3.137 unidades.

“A Nova Geração de caminhões Scania vem comprovando sua principal promessa, uma economia de combustível até 12% em comparação com a geração anterior. Os clientes já estão informando seus excelentes resultados com apenas cinco meses de uso, pois as entregas começaram em fevereiro. Ou seja, haverá ainda mais evolução do desempenho”, afirma Silvio Munhoz, diretor comercial da Scania no Brasil. “Estamos surpreendendo os clientes com a ‘Máquina dos Sonhos’ e as demais soluções da marca. Cada vez mais a rentabilidade fará a diferença na gestão do transporte.”

Os novos caminhões Scania vem se tornando os carros-chefe de diversas transportadoras, acumulando vendas expressivas, com vários pedidos de mais de 100 unidades.

LEIA MAIS  A Fenatran dos bons negócios

Na última semana, a Scania destacou o investimento da Tora Transportes, de Contagem-MG, que adquiriu recentemente 180 caminhões da montadora. Com investimento de mais de R$ 69 milhões, a Tora adquiriu 130 unidades do Scania R 450 6×2 e 50 unidades do Scania R 500 6×4. O negócio foi firmado pela concessionária Casa Scania Itaipu.

Além da compra dos caminhões, que são equipados com sistema de freio retarder, a empresa também contratou os serviços oferecidos pela Scania.

A solução adquirida pela Tora tem a conectividade por meio do Pacote Desempenho, o mais completo e de detalhamento individual em tempo real do caminhão e do motorista, o Programa de Manutenção com Planos Flexíveis, com 16% de redução de custos e 20% a mais de disponibilidade da frota, o recém-lançado PMS Fleet Care, com gestor de frota exclusivo na empresa, os Serviços Dedicados – estrutura da Casa Scania Itaipu dentro das instalações do cliente, e que está sendo preparado – e Driver Services, que dá treinamento dos motoristas.

“As empresas Tora, Scania e Itaipu são importantes parceiros e trabalhando juntos há mais de quatro décadas. Scania e Itaipu nos ajudam a levar alternativas aos clientes, e são fundamentais nos nossos processos de desenvolvimento e crescimento”, diz Janaína Araújo, diretora-presidente da Tora. “Temos muita tradição, e demonstrado alta capacidade de entrega e de conhecimento no que fazemos com equipamentos eficientes para suprir todas as demandas. E, somos extremamente capitalizados, um fator que nos credencia a ser um verdadeiro parceiro dos nossos clientes.”

LEIA MAIS  Iveco vence o Campeonato Europeu de Corrida de Caminhões

A projeção da Tora é uma economia operacional total de mais de 13%, ainda em 2019. A empresa já atingiu 10% de economia nos primeiros meses com os novos caminhões.

A Tora Transportes levou em consideração três importantes pontos na parceria com a Scania: produto, preço e disponibilidade.

“Encontramos um produto de qualidade que nos coloca num patamar diferenciado no mercado. O investimento foi baseado na comprovação técnica e prática dos ganhos prometidos, porque precisamos ser competitivos e rentáveis. A disponibilidade, em duas etapas, tanto na capacidade fabril de me atender no momento de demanda quanto no dia a dia da operação com manutenção rápida, enxuta e flexível para tirarmos o máximo do caminhão”, completa Janaína.




3 comentários em “Scania já negociou mais de 8 mil unidades da nova geração

  • 20/06/2019 em 18:31
    Permalink

    Quantos foram comprados por autonomos

  • 20/06/2019 em 01:36
    Permalink

    Ou seja, a Scania vendeu os caminhões ao um preço médio de R$383.000. um valor bem a baixo q o praticado pelas concessionárias para o s autônomos.

    • 20/06/2019 em 08:53
      Permalink

      Sou autônomo eles querem acabar com a nossa classe e estão conseguindo pela nossa falta de união. Nem essa esmola de $30,000 até agora ninguém conseguiu pegar

Fechado para comentários.