MAN TGX pode passar a ter nomenclatura Volkswagen

por Blog do Caminhoneiro

O MAN TGX foi lançado no Brasil na Fenatran de 2009, e trouxe a Volkswagen para o segmento dos extra-pesados. O caminhão chegou na Fenatran junto com seu irmão TGS. Porém, devido ao mercado nacional, apenas o TGX foi lançado oficialmente no Brasil, e hoje são fabricados três modelos: O 28.440, 29.440 e 29.480.

Todos são equipados com motores MAN D26, de 12 litros e potências de 440 ou 480 cavalos, com torque de 2.200 ou 2.400 Nm, respectivamente. Em 2019, 1.956 MAN TGX foram vendidos no Brasil.

O caminhão já está no Brasil há 10 anos, e mantém o mesmo design, trazido da geração anterior do MAN da Europa. Lá o modelo já recebeu um facelift, e vai receber outro em breve.

No Brasil, o último caminhão a ser lançado pela MAN Latin America foi o Delivery, trazendo uma nova identidade visual da marca. As linhas do modelo devem se estender aos outros caminhões Volkswagen.

Uma foto publicada no Instagram @jose_augusto_fotografias mostra um MAN TGX totalmente camuflado, com placas verdes, engatado em um rodotrem. O veículo descia a Serra das Araras. O que chama a atenção no modelo é a grade frontal da cabine, com o logotipo centralizado, semelhante ao novo Delivery.

Apesar das novidades a estrutura da cabine é a mesma, estratégia da montadora também para a Europa. Apenas a frente deve mudar.

Na Europa, o novo TGX deve ser lançado no próximo dia 10 de fevereiro. No Brasil, o caminhão não tem previsão de ser lançado.

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-98800-6519

Artigos relacionados

4 comentários

gilmar nascimento alves 24/02/2020 - 21:51

se nao nacionalizar motor e cabine vai continuar vendendo pouco e outra coisa colocar motores acima de 500 cavalos se nao mica do mesmo jeito nao tem como competir com o dolar nessas alturas

Reply
José Corrêa 27/01/2020 - 23:15

Transformando em uma kombi 9 eixos!!

Reply
Raimundo. 27/01/2020 - 14:03

Comparando esse MAN camuflado com o Euro 6, o para-choque e a parte superior lateral, no centro ficaria o logo MAN, são os mesmos. Logo, é um Euro 6. Contudo, como o logo parece circular como é o da VW, e há frisos horizontais, que não constam no MAN, essa adaptação já confere o estilo do novo Delivery.
É bom lembrar que no mercado asiático, salvo engano, caminhões MAN já são vendidos como Sitrack e o logo é triangular. Contudo, a frente é mais modificada com relação ao MAN original.
Não seria estranho e mostra uma medida inversa a inicial chegada da MAN ao Brasil que era os produtos desta substituírem os VW. Como a MAN passou a complementar a linha do grupo VW/MAN, passar a ser uma continuação da gama VW assumindo esta marca não é problema. Aliás, é mais natural que vermos uma montadora especialista em criar produtos vocacionais como é a Tatra usando a base dos caminhões DAF. A Terberg com caminhões Volvo. MAN ser vendido como VW não é problema. Seria o contrário haja vista os VW serem melhorados com base nos MAN, mas mantendo custo menor.

Reply
Romildo Santos 01/02/2020 - 13:28

Melhorando custos para entrar na briga pela liderança já que os pesados estão em alta.

Reply

Escreva um comentário