Primeiro caminhão a gás do Nordeste é Scania

por Blog do Caminhoneiro

O primeiro caminhão movido a gás natural veicular ou biometano a rodar no Nordeste brasileiro é da Scania. A montadora, em parceria com a Solar Coca-Cola e o Grupo HCL está testando um R 410 6×2 em Pernambuco.

“A Solar quer seguir crescendo de forma sustentável em todos os sentidos. A Scania está conosco nesse objetivo”, comenta Orlando Fiorenzano, Diretor de Planejamento Integrado e Suprimentos da Solar Coca-Cola. A Solar é a segunda maior fabricante de Coca-Cola do Brasil.

O caminhão será usado para transporte de açúcar, pelo Grupo HCL, até a fábrica da Solar.

“É uma nova tecnologia mais sustentável e mais rentável. Somos os primeiros a trazer para o mercado da nossa região e isso favorece a sustentabilidade da minha empresa e dos meus clientes e parceiros”, pontua o empresário Hebert Cordeiro de Carvalho, proprietário do Grupo HCL.

Os caminhões Scania movidos a gás foram apresentados oficialmente na Fenatran 2019, e já vem sendo testados por várias empresas de todo o país.

O Scania R 410 do Grupo HCL vai rodar cerca de 200 km por dia, transportando 30 toneladas de açúcar em cada viagem.

Além da redução de emissões de poluentes, os caminhões a gás são até 15% mais econômicos que os similares a diesel, e também mais silenciosos, aumentando o conforto do motorista.

Outra vantagem é que os caminhões tem garantia de fábrica e tecnologia dos modelos a diesel. “Eles têm garantia de fábrica e tecnologia confiável. Têm desempenho consistente e força semelhante ao caminhão a diesel. Além de serem 20% mais silenciosos”, afirma Silvio Munhoz, Diretor Comercial da Scania no Brasil.

O caminhão apresenta a mesma potência e torque de um modelo a diesel similar, o que amplia o leque de benefícios do gás no transporte rodoviário.

“O caminhão é muito bom, potente, tem o mesmo torque. Estou indo em uma viagem um pouco mais longa agora, com muita subida, descida, e dá para testar bem o freio auxiliar Scania Retarder. Não há o que reclamar, estou muito satisfeito”, conta Paulo Aquino, condutor do R 410 durante os testes e motorista do Grupo HCL desde 2013, quando a empresa foi fundada.

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

1 comentário

RENÊ COSTA 12/02/2020 - 22:57

O Gás vai poluir com Certeza , daí uma questão por serem Altamente Inflamáveis e os Riscos de Explosões vão Existir . Tudo na Vida Humana Terrestre tem Vantagens e Desvantagens. Estamos nós Seres Humanos Terráqueos muito Preocupados com o Meio Ambiente e Camadas de Ozônios e Esquecemos que os aviões usam QAV Querosene de Aviação poluição até mais 1000 vezes que o Diesel para Caminhões.

Reply

Escreva um comentário