França passa a exigir que caminhões tenham diversos adesivos de pontos cegos

por Blog do Caminhoneiro

O Governo da França passou a exigir para todos os caminhões e ônibus que circulam no país e que tenham mais de 3,5 toneladas de PBT, a instalação de adesivos enormes para alertar os motoristas sobre os pontos cegos (angles morts) dos veículos.

O objetivo da lei é reduzir acidentes, principalmente em áreas urbanas, onde é comum que pedestres, ciclistas e outros motoristas se coloquem em locais onde os motoristas de veículos de grande porte não tem visão.

Caminhões rígidos terão que ter o adesivo colado em três pontos, e carretas em cinco pontos. Motoristas flagrados dirigindo caminhões sem esses adesivos serão multados em € 135 (R$ 900,00).

O adesivo passou a ser exigido mesmo com protestos de caminhoneiros e transportadores, que dizem que o texto do decreto que exige a instalação ficou muito vago, e que não houve tempo hábil para adequação dos veículos às novas exigências.

O decreto foi publicado no dia 1º de janeiro deste ano, e as instruções para os adesivos só foram publicados cinco dias depois. Ou seja, apesar da exigência, ninguém sabia ao certo como seriam os adesivos.

Mesmo sem a exigência, alguns transportadores já usam placas e adesivos de alerta sobre os pontos cegos dos veículos. E também, ao invés de exigirem mais dos transportadores, o governo poderia lançar uma ampla campanha de conscientização para pedestre, ciclistas e outros usuários de ruas e estradas sobre o tema.

Seria um custo a menos para os caminhoneiros franceses, que tem sofrido com a baixa demanda de fretes e também por dois confinamentos por conta da pandemia do coronavírus.

Postagem nas redes sociais mostra que o adesivo não tem muita utilidade

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

Artigos relacionados

1 comentário

Ezequiel Neto 13/01/2021 - 20:29

A quem interessa no Brasil essa notícia?

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: