Empresa sueca vai usar caminhão elétrico Scania de 32 metros de comprimento

por Blog do Caminhoneiro

A Scania está diversificando muito a aplicação de veículos elétricos na Europa, que passam a ser usados em cada vez mais tipos de operações por todo o continente. Agora, um cavalo-mecânico com cabine R totalmente elétrico será usado pela empresa sueca Jula Logistics.

Atualmente, a empresa opera algumas unidades Scania a diesel atreladas em implementos duplos, com comprimento total de 32 metros, transportando dois contêineres de 12 metros em cada viagem, com peso total permitido de 64 toneladas. Os caminhões são usados desde 2015, e apresentam uma série de vantagens frente ao transporte de um contêiner de cada vez, como a redução de viagens e de consumo de combustível por viagem, e a redução nas emissões é estimada em 70%. O novo caminhão totalmente elétrico vai entrar em operação no início de 2022.

“Usamos o transporte intermodal, onde nossa carga chega ao porto de Gotemburgo de barco, é colocada em um trem que vai para Falköping. De lá, a carga é transportada por caminhão na última parte da jornada até nosso depósito em Skara. Tornar esta cadeia de transporte ainda mais sustentável usando um caminhão movido a eletricidade obtida por painéis solares que construiremos no telhado de nosso armazém é simplesmente fantástico”, diz Lennart Karlsson, CEO da Jula Logistics.

A colaboração com a Jula Logistics está alinhada com a forma como a Scania impulsiona a mudança para o transporte sustentável.

“A eletrificação é uma obrigação para nosso compromisso com a emissão zero e para atingir nossas metas climáticas. Parcerias estreitas com as partes interessadas que compartilham nossos valores é importante para que isso prossiga no ritmo necessário. Não podemos fazer isso sozinhos, e a Jula Logistics é um parceiro muito apreciado que se preocupa profundamente com o meio ambiente”, disse Fredrik Allard, chefe de mobilidade elétrica da Scania.

A Scania não detalhou as informações técnicas do modelo, mas diz que ele poderá realizar algumas viagens por dia entre o terminal de trens e o depósito da empresa, em uma distância de 60 quilômetros.

“O novo caminhão eletrificado extremamente longo e pesado é um ótimo exemplo de como um diálogo próximo com os clientes nos possibilita construir um veículo único que atenda às demandas daquele cliente em um estágio muito inicial, e também para um modelo que não está em produção em série”, diz Allard.

Além do fornecimento do caminhão, a Scania vai acompanhar todos os detalhes do transporte, visando otimizar cada vez mais a operação do veículo, com aumento da disponibilidade e autonomia do caminhão.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!