Filhos presenteiam o pai caminhoneiro com um Scania V8

por Blog do Caminhoneiro

A transportadora holandesa Gebroeders Geelhoed é uma empresa familiar, fundada por Lars e Niels Geelhoed, que atualmente gerenciam a empresa. Como o pai, Joop, tem um grande amor pela estrada, e se mantém trabalhando todos os dias, os irmãos decidiram presenteá-lo com um caminhão Scania novo.

“Nossa empresa já existe há oito anos e, nesse tempo, passamos de dois veículos para 23. E além deste Scania para o nosso pai, temos mais três encomendados. Meu irmão e eu nunca poderíamos ter feito isso sem o apoio de nosso pai nos bastidores. Ele é experimentado e testado no transporte de líquidos e gases perigosos”, diz Lars.

Quando a empresa foi fundada pelos irmãos, o pai seguia trabalhando separadamente. Lars também trabalhava como caminhoneiro, e até a frota chegar aos onze caminhões, ele dirigia e gerenciava a empresa de dentro da cabine.

“Isso é sempre um estresse. Além disso, em muitas empresas que visitamos, você não tem permissão para usar o telefone. Então, como planejador, comprador, solucionador de problemas e outros, eu sempre ficava fora do ar por muito tempo”, disse Lars.

O irmão mais novo deles, Sven, também é caminhoneiro, e dirige um Scania V8 Silver Griffin, mas em breve irá passar para um modelo R450. Como o pai é caminhoneiro de coração e alma, segue na estrada, mesmo com 60 anos de idade.

Os irmãos pensaram em comprar um Scania com 530 cavalos de potência. Mas o pai optou pelo modelo com 590 cavalos no motor V8 de 16 litros, com nova caixa de câmbio Opticruise. O caminhão conta com suspensão a ar, cabine S, de piso plano, e todos os acessórios oferecidos pela Scania, como ar-condicionado de estacionamento e até uma máquina de café.

A empresa é especializada no transporte de produtos perigosos, e realiza viagens por toda a Europa. Joop, caminhoneiro apaixonado pela estrada, vai rodar por todos os destinos possíveis com seu novo Scania 590 S.

A empresa tem caminhões de outras marcas, mas prefere os modelos da Scania porque os motoristas gostam mais.

“Temos motoristas altamente qualificados e cargas de alta complexidade. Isso precisa de um caminhão premium. Além disso, damos grande importância ao conforto porque ainda viajamos por toda a Europa. Da Polônia até as profundezas da Grécia. Os meninos ficam na estrada a semana toda, então você precisa dar a eles um bom equipamento”, finalizou Lars.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!