DAF quer crescer ainda mais em 2022, com investimentos e exportações

por Blog do Caminhoneiro

Uma das montadoras que registrou o crescimento mais expressivo em vendas no ano de 2021 foi a DAF. A montadora holandesa, que tem apenas oito anos de mercado, vendeu 5.600 caminhões, e já está próxima da marca de 20 mil unidades fabricadas e vendidas no país.

Entre os motivos para os bons resultados, a montadora pode destacar o bom relacionamento com os clientes e a robustez dos caminhões que vende. Mas, para ampliar ainda mais a participação, a DAF realizou mais um investimento expressivo, passando a atuar com mais força no segmento de semipesados.

De acordo com a DAF, esse lançamento é parte da estratégia da empresa de continuar crescendo no país e de expandir sua atuação por outros países da América do Sul a partir da fábrica em Ponta Grossa, no Paraná.

“O Brasil é um mercado potencial muito grande que vem apresentando uma evolução contínua, impulsionando as novas estratégias da companhia. Hoje, a DAF figura entre as principais marcas de caminhões pesados do país, com recordes consecutivos de emplacamentos e aumento contínuo da sua base de clientes. Em 2022, vamos continuar investindo no país e na fábrica de Ponta Grossa, visando melhorias para impulsionar ainda mais o crescimento da marca, a satisfação dos nossos clientes e, consequentemente, a participação no mercado nacional, mantendo o DNA de excelência e atendimento premium”, afirma Lance Walters, Presidente da DAF Caminhões Brasil.

A partir de agora, a montadora entra em uma nova fase de investimento, principalmente na linha de montagem em Ponta Grossa, buscando o conceito de Indústria 4.0, com modernização e automação das linhas.

Com a crescente procura pelos caminhões da marca e previsões de crescimento, o investimento tem por objetivo aumentar significativamente a produção de caminhões, para atender aos consumidores, ampliando também a qualidade na fabricação.

Exportações

Em dezembro, a montadora realizou a primeira exportação para um país da América Latina, o que é um marco importante. Um DAF CF Off-road foi vendido para um cliente do Chile. Com isso, a produção brasileira começa a substituir gradativamente a importação de caminhões DAF da Europa, para países como Colômbia, Chile, Equador e Peru.

“Estamos com nossas expectativas elevadas para este ano, com movimentações que impactam diretamente de forma positiva as nossas operações no Brasil, solidificando ainda mais a trajetória de sucesso da empresa no país. Recentemente demos início às exportações pela fábrica de Ponta Grossa e agora apresentamos o Novo DAF CF com Motor PACCAR GR-7. Estamos muitos felizes e prontos para o crescimento da marca”, afirma Lance Walters, Presidente da DAF Caminhões Brasil.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!