Nikola desiste de processo de US$ 2 bilhões contra a Tesla

Um dos processos com o valor de indenização mais alto já pedido nos Estados Unidos foi encerrado. De acordo com o site electrek.co, a Nikola, desenvolvedora de caminhões elétricos e a hidrogênio, desistiu de um processo por uso indevido de patente contra a Tesla, outra fabricante de caminhões elétricos.

De acordo com a Nikola, o design de seu caminhão Nikola One, apresentado em 2016, foi copiado para o Tesla Semi, modelo que deve começar a ser produzido no ano que vem. A Nikola informou que a Tesla quebrou três patentes com a cópia do design, que são a posição da porta do veículo, o desenho básico da cabine e também o estilo envolvente do para-brisa.

Por conta dessas violações, a Nikola entrou na justiça dos Estados Unidos contra a Tesla, pedindo US$ 2 bilhões em reparação. A justiça norte americana já tinha aceitado um recurso da Tesla, que afirmou que a Nikola já havia copiado o design de um caminhão conceito apresentado pela Rimac em 2010.

O design em questão foi apresentado pela Rimac para o caminhão Road Runner, um caminhão conceito movido à hidrogênio, que foi inscrito no Michelin Design Challenge 2010 e foi selecionado para exibição no Salão Internacional do Automóvel da América do Norte em 2010.

Com a desistência da Nikola do processo, três anos de litígios entre as duas empresas foram encerrados.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Rafael Brusque - Blog do Caminhoneiro

Nascido e criado na margem de uma importante rodovia paranaense, apaixonado por caminhões e por tudo movido a diesel.

Deixe um comentário!

Caminhões comemorativos viram febre entre transportadoras Centenas de vagas de emprego para caminhoneiros Conheça o super caminhão futurista da Peterbilt 300 vagas para caminhoneiros brasileiros em Portugal CAMINHONEIRO SEGUE TRABALHANDO AOS 90 ANOS DE IDADE