VW e-Delivery estreia no Norte do país com coleta de resíduos para empresa Preserve

A empresa Preserve adquiriu um e-Delivery 11 toneladas para rodar a região metropolitana de Belém na coleta de serviços de saúde, especialmente em zonas hospitalares. O investimento está alinhado à política ESG da Preserve para responsabilidade ambiental, social e de governança.

“Nossa operação por si só já traz um ganho significativo para o meio ambiente e toda a nossa atuação está pautada nisso. Temos um compromisso claro de reduzir o impacto das nossas operações, com metas claras e diversas iniciativas. O e-Delivery em nossa frota vem ao encontro do que buscamos e nossos clientes reconhecem isso como um diferencial”, afirma Claudio Delpupo, diretor executivo da Preserve.

Todos os dias, o caminhão elétrico VW deixa a unidade central da Preserve às 7h de onde parte para Belém, Ananindeua e Marituba. Em cada uma dessas cidades, passa por grandes empresas de saúde e coleta seus resíduos. Após percorrer cerca de 250 quilômetros por dia, o veículo volta para a base para recarregar suas baterias no período da noite. E no dia seguinte reinicia sua operação.

“As condições das vias em seu trajeto são bastante complicadas, mas o e-Delivery consegue circular sem problemas graças às suas dimensões e ao projeto da cabine. Também nos beneficiamos do baixo nível de ruído quando entramos em zonas de restrição. São vantagens que se somam ao grande ganho ambiental de ser um veículo zero emissões”, destaca o executivo da Preserve.

Mercado reconhece diferencial

Claudio Delpupo explica que seus clientes valorizam a iniciativa. “Essa é uma tendência forte e pudemos notar nesses dois meses de operação que traz uma visibilidade positiva e chama a atenção. Estamos crescendo. Quadruplicamos nosso faturamento no último ano e sabemos que investimentos como esse nos ajudam a conquistar o mercado. Seguiremos nessa jornada de sustentabilidade”, finaliza.

No planejamento estratégico da Preserve, estão diversas iniciativas ESG, com a implantação de um sistema de energia solar e de reaproveitamento de água pluvial, assim como a ampliação da área de reflorestamento que cultiva dentro de uma de suas unidades. Na decisão pelo veículo elétrico, a motivação principal foi a ambiental, mas os ganhos adicionais favoreceram a decisão e a escolha pelo modelo da Volkswagen Caminhões e Ônibus.

“Quando idealizamos o e-Delivery, a cultura ESG ainda estava dando seus primeiros passos, mas como sempre antecipamos a tendência e hoje entregamos um modelo que supera as expectativas. O e-Delivery é mais eficiente do ponto de vista ambiental, mas também de custo operacional, com configuração que garante conforto, robustez e segurança, além de uma rede de concessionárias qualificada, como a Mônaco de Belém, responsável pela venda e relacionamento com a Preserve”, lembra Ricardo Alouche, vice-presidente de Vendas, Marketing e Serviços da VWCO.

Rafael Brusque - Blog do Caminhoneiro

Nascido e criado na margem de uma importante rodovia paranaense, apaixonado por caminhões e por tudo movido a diesel.

Deixe um comentário!

Conheça o NIKOLA TRE movido a hidrogênio Caminhões comemorativos viram febre entre transportadoras Centenas de vagas de emprego para caminhoneiros Conheça o super caminhão futurista da Peterbilt 300 vagas para caminhoneiros brasileiros em Portugal