Amazon encomenda até 10 mil caminhões elétricos da Lion Trucks

por Blog do Caminhoneiro

A Amazon, maior varejista do mundo, e a startup Lion Trucks, que desenvolve soluções elétricas para ônibus e caminhões, anunciaram nos últimos dias que fecharam um acordo para comercialização de 10.000 caminhões elétricos, que deverão ser entregues à Amazon até 2030.

Até 2025, a empresa receberá 2.500 caminhões elétricos da Lion. Com o negócio, a Amazon também passa a ser dona de 20% das ações da Lion Trucks.

O contrato firmado pelas empresas diz que, pelo menos, 10% da produção total da Lion será exclusiva para a Amazon a partir de 2026. Como a produção estimada para o futuro da empresa será de 23 mil veículos por ano, a Amazon chegará fácil às 10 mil unidades elétricas até 2030.

Além da produção, a Lion será responsável por todas as manutenções e também pelo treinamento dos motoristas da Amazon nos Estados Unidos e Canadá. A Amazon já havia realizado uma encomenda de 12 unidades no meio do ano passado, para testes.

Entrando no mercado de ações

Graças ao avanço da tecnologia em eletrificação para veículos e à procura de clientes e investidores, muitas empresas novatas do segmento estão entrando no mercado de ações. Isso também está acontecendo com a Lion Trucks, que irá estrear em Wall Street em março deste ano.

Para entrada no mercado de ações, a Lion fechou outro contrato, com a Northern Genesis, um fundo de capital, com investimento de mais de US$ 2 bilhões na startup.

Com a entrada no mercado de ações, a Lion planeja construir uma ampla fábrica nos Estados Unidos, e também criar uma linha de montagem de baterias no Canadá.

Atualmente, a maioria dos negócios realizados pela Lion é na venda de ônibus escolares elétricos. A receita em 2019 foi de US$ 30 milhões.

Os caminhões elétricos da Lion tem, em média, 350 cavalos de potência, com torque de 2.450 Nm, e autonomia para rodar cerca de 290 quilômetros com a carga total.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

Artigos relacionados