DHL Supply Chain começa a usar caminhão elétrico JAC no Brasil

por Blog do Caminhoneiro

A DHL Supply Chain adicionou um caminhão JAC iEV1200T à sua frota no Brasil. O modelo tem capacidade para 7,5 toneladas e pode rodar sendo até 5 vezes mais econômico que modelos movidos com diesel, por exemplo, sem emissão de poluentes.

De acordo com a DHL, um caminhão elétrico com estas características previne a emissão de até 600 toneladas de CO2 em cerca de 30 anos, na comparação com um modelo movido a um combustível comum.

O caminhão é equipado com baterias de fosfato de ferro-lítio de 97 kWh, com autonomia para circular por até 200 quilômetros. Esse já é o veículo elétrico número 25 da frota da DHL rodando no Brasil.

“A inclusão do primeiro caminhão elétrico em nossa malha de transportes é mais um passo fundamental para que atinjamos a meta de eliminar a emissão de CO² de nossas operações de TSP até 2050. O caminhão elétrico tem uma capacidade de carga muito maior, expandindo sua aplicação e impacto. Tanto que estamos em negociação para adquirirmos mais veículos elétricos e aguardamos que mais opções cheguem ao mercado brasileiro”, afirma Fábio Miquelin, Head de Transportes da DHL Supply Chain no Brasil.

“O JAC iEV1200T é o primeiro VUC 100% elétrico do Brasil e teve uma grande adesão com mais de 100 unidades vendidas em um curto espaço de tempo. Ele é excepcional para uso urbano com zero emissões, muito silencioso, autonomia de 200 km e um custo operacional cinco vezes menor do que um equivalente a diesel. Com isso, o caminhão pode ser utilizado para entregas noturnas, em bairros nobres e residenciais”, afirma Pedro Mendes, diretor de Operações da Jac Motors.

O caminhão será operado em coletas e entregas na cidade de São Paulo, movimentando cargas de mercados de varejo, moda, consumo e insumos médicos e remédios, incluindo pontos como shoppings, farmácias, lojas de rua e supermercados.

“A propulsão elétrica abre espaço para uma logística de menor impacto e pegada de carbono no espaço urbano, tanto em termos ambientais como operacionais. A DHL quer liderar esta transição, expandindo sua frota e soluções sustentáveis – utilizamos também bicicletas para entregas e temos um Centro de Distribuição que produz sua própria energia a partir de fonte solar – trazendo benefícios para nossos clientes e para a sociedade”, conclui Fabio Miquelin.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!